Conceito de FUTURO
  • Ações AlteRativas

  • Ações Geradoras de Capital Social

  • Ações para melhoria do nível de conhecimento de grupos de extrema fragilidade social

  • Ações culturais para comunidades carentes e população de rua.

O Futuro só existe se for encarado como idéia de evolução,

senão é apenas um sentido figurado de algo que ainda vai chegar,

como a próxima hora, minuto ou segundo.

 

Só existe o Futuro se for encarado como Ação Contínua

objetivando a formação de crianças e adolescentes,

e tratando o problema da inclusão social de grupos de risco e

grupos de fragilidade social, de todas as classes sociais.

 

Cultura é investimento e tem que ter retorno.

 

Mas, este retorno, nem sempre ou quase nunca é financeiro,

pois ele é inserido no ser humano,

mais precisamente na criança, no adolescente e no excluído.

 

Aí sim eles terão o Futuro, pois nunca devemos nos esquecer:

este Futuro é deles.

 

Precisamos ver este retorno com olhos humanistas

e não capitalistas, em primeira mão.

O retorno humano é incomensurável,

atinge índices altíssimos no âmbito cultural e educacional.

 

Precisamos criar Capital Social,

uma malha de habilidades e laços interpessoais (familiares e grupais)

que contribuam para o desenvolvimento desses indivíduos,

permitindo-lhes transformar a informação em conhecimento e

propiciando a adoção de novos comportamentos,

incluindo-os no tal 'Futuro'.